Blog

vai-trolebus

Multa para homens que desrespeitam vagões femininos

Tramita na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) um projeto de lei, de autoria dos deputados Martha Rocha e Jorge Picciani, que prevê multa a homens que viajarem em vagões de trem e metrô exclusivos para mulheres. A proposta prevê multa entre R$ 157 a R$ 980 para quem descumprir a lei.

O projeto foi apreciado em 1ª discussão, nesta terça-feira (06/10), e deverá ser votado, em definitivo, na próxima semana. O PL recebeu uma emenda em plenário. O texto também estipula multa às concessionárias entre R$ 13 mil e R$ 27 mil.

Caso a lei seja sancionada, o Governo do Estado ficará responsável por determinar qual órgão vai aplicar a multa nos homens que desrespeitarem.

“Os seguranças do metrô podem convidar a pessoa a se retirar. Se ela se recusar, eles podem acionar a Polícia Militar para levar a pessoa à delegacia”, explicou a deputada Martha Rocha. Segundo ela, o caso seria registrado como desobediência na unidade policial.

Os trens e metrôs também passariam a contar com dois vagões exclusivos para mulheres em cada composição. Hoje, há apenas um específico para o sexo feminino, que funciona nos horários de pico: entre 6h e 9h, de manhã, e 17h e 20h, à tarde.

Ainda não há nenhum comentário.